Ouvir rádio

Pausar rádio

Offline
goo
Governo de SP anuncia nova escola estadual em São José
27/05/2024 16:18 em Vale do Paraíba

O Governo do Estado de São Paulo anunciou, na última quinta-feira (23), investimentos de mais de R$ 36 bilhões na economia do estado. Entre eles, estão os editais para a construção de 33 novas escolas estaduais em 29 cidades, incluindo São José dos Campos.

A informação foi confirmada pelo governador Tarcísio de Freitas durante a 45ª Reunião Conjunta Ordinária do Conselho Gestor do Programa de Parcerias Público-Privadas (CGPPP) e do Conselho Diretor do Programa de Desestatização (CDPED), que é presidido pelo vice-governador Felicio Ramuth, no Palácio dos Bandeirantes.

As novas unidades de ensino terão três modelos, de 21, 28 ou 35 salas de aula. Além disso, a estrutura contará com ambientes integrados e interligados, uso interativo de tecnologia, auditório de múltiplo uso, ampliação de espaços esportivos e culturais, espaços de vivência, espaços para estudo individualizado e espaços de inovação.

Com previsão de entrega para o final de 2026, a nova escola estadual do município será construída no bairro Vila Adriana, região sudeste da cidade, e deve atender cerca de 1.000 alunos de Ensino Fundamental II e Médio em tempo integral, com 35 salas de aula.


Projeto prevê unidades com ambientes integrados e espaços tecnológicos | Foto: Governo de SP

PPP Novas Escolas

O projeto de parceria público-privada (PPP) para a construção das novas escolas já passou por consulta pública e está apto a ter o edital publicado nos próximos meses com a aprovação do CDPED. Ele será dividido em dois lotes: Oeste e Leste, que compreende São José dos Campos.

No total, as unidades de ensino vão oferecer 35,1 mil vagas de tempo integral na rede estadual de Ensino Fundamental II e Médio. Os investimentos serão de R$ 2,1 bilhões ao longo dos 25 anos da concessão.

O objetivo do modelo de parceria público-privada é ampliar a oferta de unidades de tempo integral e otimizar a gestão, já que a administração dos serviços não-pedagógicos ficará sob responsabilidade da concessionária.

O Estado já licita os serviços que serão prestados nas escolas, como a construção, compra de mobiliário e equipamentos, limpeza, kits escolares e outros itens de papelaria para a administração. Com o projeto, um único prestador ficará responsável pela contratação e gestão dessas atividades.

“Estamos trazendo um Estado mais eficiente para nossos alunos. Hoje, a Secretaria da Educação acaba conduzindo pelo menos cinco processos de licitação para cada um dos serviços. A partir dessa PPP, vamos fazer apenas uma única vez e esse parceiro vai gerenciar a parte administrativa”, explicou o secretário-executivo da Secretaria da Educação, Vinícius Neiva, segundo divulgação do governo. 

Cidade Educadora

Em São José dos Campos, a Prefeitura investe na rede de ensino municipal para garantir qualidade aos mais de 80 mil alunos atendidos diariamente, de 0 a mais de 80 anos de idade, em 113 escolas da Educação Infantil, 67 de Ensino Fundamental Integral e no Ceja (Centro de Educação de Jovens e Adultos), por meio do trabalho dedicado de mais de 6 mil profissionais da Educação.

Diversas ações e programas educacionais acontecem nas escolas, como o Educação 5.0, voltado à formação de habilidades e competências socioemocionais e o uso de tecnologias; Educação Integral com oficinas de arte, cultura, esportes e tecnologia no contraturno, jogos pedagógicos para Alfabetização, Programa Recupera, Escola de Formação do Educador para formação continuada de professores, com destaque também na fila zerada na Educação Infantil, entre outros. 

Recentemente, o município conquistou o [/noticias/2024/abril/12/sao-jose-conquista-premio-sebrae-prefeitura-empreendedora/]Prêmio Sebrae Prefeitura Empreendedora e foi considerado [/noticias/2024/fevereiro/20/s-jose-e-premiada-como-destaque-em-alfabetizacao-pelo-estado/]destaque em Alfabetização pelo Estado.

COMENTÁRIOS